ReRealidade

Os benefícios específicos da inclusão do patrimônio cultural integrado às novas iniciativas tecnológicas derivam do gerenciamento de informações à realidade aumentada (AR). O gerenciamento das informações permite armazenar e administrar grandes quantidades de dados, benéficos para a preservação do patrimônio cultural e o monitoramento sustentável de sua conservação do ciclo de vida. Além disso, estas iniciativas podem promover ontologias de patrimônio cultural com características de AR, permitindo que cidadãos e visitantes acessem prontamente seu valor histórico.

Metodologia

A partir de uma revisão bibliográfica sistemática acerca da conceituação de do uso da realidade aumentada na arquitetura nas principais bases indexadoras, buscou-se formular experimentos de RA através de softwares gratuitos como ARCore, ARKit ou Vuforia com foco em edificações históricas, criando simulações de elementos e detalhes construtivos históricos ilustrando os métodos de construção da época, finalizando com a implementação dos experimentos em edificações reais a fim de validar as possibilidades de aplicação do RA na valoração do bem histórico.

Experimentos